O Espadachim de Carvão

Capa do livro
Usuários que já leram
Usuário
rafael
Usuário
DarK FlameS

O Espadachim de Carvão

Kurgala é um mundo abandonado por Quatro Deuses. Adapak é filho de um deles. E hoje ele está sendo caçado. Perseguido por um misterioso grupo de assassinos, o jovem de pele cor de carvão se vê obrigado a deixar a ilha sagrada onde cresceu e a desbravar um mundo hostil e repleto de criaturas exóticas. Munido de uma sabedoria ímpar, mas dotado de uma inocência rara, ele agora precisará colocar em prática todo o conhecimento que adquiriu em seu isolamento para descobrir quem são seus inimigos. Mesmo que isso possa comprometer alguns dos segredos mais antigos de Kurgala.

Ficha Técnica
Autor: 
Gênero: 
Número de páginas: 
256
ISBN: 
9788577343348
Ano da edição: 
2013
Idioma: 
Português Brasileiro
Ações
Avaliação: 
7
Average: 7 (2 votes)

Comentários

Resenhas
Usuário Rafael Ferreira Silva 01/10/2013

O livro é um ar fresco nas histórias de fantasia brasileira. O autor trabalha muito bem a história do personagem e do mundo, mesclando momentos de ação descrições muito bem.

O ritmo da história é bem envolvente e bem estruturado.

Prós:

  • Boa história com bom personagem
  • Universo interssante, com grande diversidade de raças

Contras:

  • O livro é um pouco curto, o que faz a hisória ser contada muito supericialmente em alguns pontos
  • O final do livro é meio que um deus ex machina, mas não muito forte, pois o autor amarrou algumas pontas

Conclusão

Recomendo a leitura, e fico ansiosamente aguardando novos trabalhos do autor, de preferência nesse mundo interessantissimo que é Kurgala.

Usuário Flávio da Silva Rodrigues 21/05/2013

Ótimo e surpreendente. Kurgala é um mundo rico em raças e mitologia como se vê em pouquissimas obras fantásticas nacionais. Adapak, um guerreiro filho de um Deus em busca de uma explicação sobre o mundo e sobre ele mesmo conhece aquilo que ele somente lia em livros, a verdadeira kurgala e seus habitantes. Juntamente do leitor Adapak descobre como o mundo funciona, como são seus habitantes, quais são os perigos das cidades e também porque está sendo atacado. Ótima leitura, perde pontos somente pela versão digital não conter as ilustrações existente no livro impresso e também pela conclusão ocorrer de forma muito "simples" ao meu ver. Parabéns ao Affonso Solano por sua iniciativa de enriquecer a literatura nacional com essa óbra fantástica (nos dois sentidos).